Análise: o cenário que faz a Ponte Preta querer a contratação do goleiro bugrino Jefferson Paulino

0
2.413 views

O goleiro Jefferson Paulino encontram-se em conversas com a diretoria da Ponte Preta e poderá brevemente sair do Brinco de Ouro, de acordo com informação dada pela repórter Antonio Luppi da Rádio Bandeirantes.

Oficialmente, a Macaca afirma que negociações só são anunciadas quando tudo estiver sacramentado, mas a reportagem do Só Dérbi confirmou o fato.

Independente da negociação em si, mesmo que dê errado, os seus desdobramentos são indisfarçáveis. Primeiro porque ao procurar um arqueiro, a Macaca demonstra que planeja a vida sem Ivan, que de acordo com o cronograma de recuperação não estará plenamente recuperado no Campeonato Paulista. Mesmo assim, já não é mais surpresa que a ideia é arrecadar o máximo com o goleiro para sair do sufoco.

Ou seja, Ygor Vinhas é o titular pontepretano e o desejo é encontrar um reserva confiável. Se verificarmos o rendimento recente, é lógico que Jefferson Paulino desperta mais desconfiança do que otimismo. Só que não é possível que alguém com destaque no Campeonato Carioca com a camisa do Bangu não tenha potencial técnico para fazer a diferença. Mais: procurar Paulino é a Macaca dizer em alto e bom que os jovens goleiros, como Guilherme, ainda não está preparados para uma função de destaque.

Neste cenário aparece o preparador de goleiros, Roberto Guastali, o Betão. Responsável direto pelo crescimento de Ivan e bom rendimento de Ygor Vinhas, Betão  é alguém com peso e opinião na comissão técnica pontepretana.

Se a diretoria foi atrás do arqueiro bugrino é porque tiveram o aval do profissional que lida todo dia com esses profissionais e que já mostrou capacidade para proporcionar crescimento técnico a tais atletas.

É aguardar os acontecimentos. E entender as peças deste jogo de xadrez chamado futebol campineiro.

(Elias Aredes Junior foto de Thomaz Marostegan-Guaranipress)