Análise: o Torneio do Interior produziu boas notícias ao Guarani. E que não podem ser esquecidas!

0
321 views

Chegar a final do Torneio do Interior só trouxe vantagens e boas noticias ao Guarani. O Alviverde, bem ou mal, sustenta a sua sina de presença em finais. Nos últimos quatro anos participou de três finais, sendo a primeira da terceirona nacional, em 2016 e dois anos depois da Série A-2 do Paulistão. Fará a terceira nesta terça.

Neste ano, queiramos ou não, é uma decisão. Vale taça. E isso é ótimo para a auto estima da agremiação e dos torcedores . Especialmente para o torcedor, cansado de uma história marcada por dores e revesses.

Aviso: se estivéssemos em condições normais, ainda consideraria o Torneio do Interior dispensável. Só que vivemos em uma pandemia que rareou o dinheiro e propôs um calendário maluco ao futebol. Então, nesta etapa, quanto maior for o número de jogos e a capacidade de arrecadação, melhor. O Guarani não pode ser bobo em desperdiçar.

Na parte técnica, encarar o Red Bull Bragantino deve ser motivo de celebração. Independente do resultado, será dado um farol daquilo que o Guarani poderá fazer na Série B. Afinal, não é qualquer um. É um integrante da divisão de elite, estruturado, com dinheiro, bons jogadores e com metas de médio e longo prazo.

Participar da decisão é um alento para o técnico Thiago Carpini. Especialmente na conjuntura atual. Perdeu dois jogos, abaixou a bola, abraçou a humildade e conseguiu chegar a decisão. Fatos que refletem de um que, dentro do gramado não titubeou em buscar uma mudança de rumos.

No gramado, o jogo contra a Internacional serviu para mostrar também a utilidade da presença de Junior Todinho e a contratação de Waguininho. A velocidade e a voluntariedade da dupla foi vital para recompor o setor de criação e buscar a vitória. Podem proporcionar muitos gols para o Alviverde. Os defeitos? Lógico que existem. Deixamos para outro tratarmos em outro artigo .

(Elias Aredes Junior)