domingo , 17 dezembro 2017
Home / Guarani / Diretoria do Guarani adota tática do mistério e quer anunciar primeiro pacotão nos próximos dias

Diretoria do Guarani adota tática do mistério e quer anunciar primeiro pacotão nos próximos dias

A diretoria do Guarani não quer fazer muito alarde sobre os possíveis reforços e a montagem do elenco para 2018. Em contato recente com a reportagem, o presidente Palmeron Mendes Filho afirmou que só revelaria nomes depois do contrato assinado. A expectativa do Conselho de Administração é de anunciar o primeiro pacotão nos próximos dias.

Mesmo com indicações de Fernando Diniz, novo técnico bugrino, o primeiro pacotão deve conter mais renovações do que contratações. O Guarani já tem conversas encaminhadas com Willian Rocha, Baraka, Bruno Mendes e Caíque. A permanência do zagueiro Diego Jussani e do meia Luiz Fernando também interessam a nova comissão técnica.

Fumagalli, Vitor Braga, Lenon, Salomão, Matheus Serafim, Elias e Passarelli têm contrato até o ano que vem e também são peças confirmadas até o momento. O goleiro reserva tem sondagem do Tubarão, mas manifestou recentemente o interesse de permanecer.

Enquanto isso, já são cinco jogadores que oficializaram saídas do Brinco de Ouro. O goleiro Vagner e o meia Juninho vão integrar o elenco do Ituano – que também tem interesse no meia Richarlyson. Betinho está encaminhado com o Figueirense, enquanto Evandro e Bruno Nazário seguem com o futuro indefinidos, mas já confirmaram que não permanecem.

Quanto aos reforços, o Guarani tem encontrado dificuldade nas negociações principalmente pelo aspecto financeiro. Com dois meses de salários atrasados – o prazo da diretoria para pagamento termina hoje -, a pedida salarial de alguns atletas aparece como principal empecilho. É o caso do goleiro Felipe Alves, ex-Audax, que pediu R$ 25 mil e o Bugre não aceitou a pedida. Os nomes do goleiro Lucas Pérri, do volante Fahel e do atacante Bruno Paulo seguem na lista.

ESPECULAÇÕES TRAVADAS
A reportagem entrou em contato com os representantes do atacante Erik, do Luverdense, que confirmaram o interesse do Guarani, mas as negociações não avançaram e o atleta deve jogar a Copa do Nordeste. De acordo com o agente de Francis, atacante do Botafogo-SP, também não há uma proposta efetiva do Bugre para contar com o jogador na Série A2 do Campeonato Paulista.

Também conversamos com Roberto Kappa, agente do volante Helder, ex-Figueirense, que adiantou que as tratativas estão “andando”. O empresário optou por não revelar o grau da negociação para não atrapalhar uma possível transação.

(texto e reportagem: Júlio Nascimento)

Veja Também

YAGO

Corinthians solicita volta de zagueiro e frustra planos da Ponte Preta; Macaca avaliará novo defensor no mercado

O técnico Eduardo Baptista segue em busca de alternativas para reforçar o sistema defensivo da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *