quinta-feira , 18 janeiro 2018
Home / Destaque / Evolução de Ivan na Ponte Preta deve fazer Aranha voltar ao banco após uma década

Evolução de Ivan na Ponte Preta deve fazer Aranha voltar ao banco após uma década

Ivan como titular e Aranha entre os suplentes: as primeiras novidades de Eduardo Baptista à frente da Ponte Preta em 2018 estão no gol. Pelo terceiro ano seguido trabalhando entre os profissionais, o garoto de 20 anos deve receber, enfim, uma chance na meta campineira.

Escolhido entre os 11 iniciais nos amistosos contra Atibaia e RB Brasil, durante a pré-temporada, sem sequer ter sido substituído, o jovem já foi elogiado pelo treinador. “O Ivan vem fazendo uma boa pré-temporada, saiu na frente, chegou em boa condição, já se destaca há algum tempo nos treinamentos e, provavelmente, vai jogar contra o Corinthians, na estreia do Campeonato Paulista”.

Por outro lado, o ídolo pontepretano, retorna ao banco de reservas depois de dez anos. A última vez aconteceu em 25 de outubro de 2008, na derrota diante do Vila Nova, no Moisés Lucarelli, pela Série B. Na época, Aranha voltava de lesão e Denis, ex-São Paulo e atualmente no Figueirense, foi titular – ele voltaria ao gol no duelo contra o Bahia, pela competição nacional.

Em todas as suas passagens pela Macaca, o arqueiro de 37 anos sempre foi o dono da posição (só foi ausência por suspensão ou por ter sido vetado pelo departamento médico) e foi substituído apenas uma vez, justamente por Ivan, na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2016, quando foi aplaudido no Majestoso, nos acréscimos da etapa complementar.

A escalação de Ivan vai ao encontro do que a nova diretoria, encabeçada por José Armando de Abdalla Júnior, pensa. A atual gestão, responsável por comandar o clube no próximo quadriênio, deve dar mais espaço aos atletas da base no intuito de valorizá-los. Prova disso é que, entre os nomes do elenco, há seis garotos revelados na Macaca: Emerson, Reinaldo, Xavier, Yuri, Felipe Saraiva e Felippe Cardoso.

Com todas as novidades, a Ponte Preta deve enfrentar o Timão, na próxima quarta-feira, com Ivan; Emerson, Wesley Matos, Luan Peres e Jeferson; Xavier, Jorge Mendoza e Léo Artur; Tiago Real, Silvinho e Yuri. Os volantes Marciel e Ronaldo, por questões burocráticas, são desfalques.

Em um teste de fogo, Ivan tem a chance de provar a Eduardo Baptista que fez a escolha certa.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: PontePress – Fábio Leoni)

Veja Também

aa

Em noite iluminada do estreante Ivan, Ponte Preta vence Corinthians no Pacaembu

Com grande atuação do goleiro Ivan, a Ponte Preta estreou no Campeonato Paulista, nesta quarta-feira, ...

1 Comentário

  1. Isto monstra o bom trabalho de Betão com Ivan na base.
    André Dias boi cansado um péssimo preparador de goleiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *