Gallo aprimora a pegada e vitórias aparecem na Ponte Preta

0
451 views

Neste  estágio inicial de trabalho na Ponte Preta, os números já mostram que o time sob o comando do técnico Alexandre Gallo tem mais apetite pela bola, o que automaticamente produz maior número de faltas. De acordo com dados que constam das súmulas de arbitragem registradas no site da Federação Paulista de Futebol, nos 180 minutos sob o seu comando, a Macaca cometeu 39 faltas, um média de 19,5 por jogo, acima do patamar obtido por Vinicius Eutrópio, que nas quatro partidas ficou com média de 14,5 faltas por jogo.

Na estreia de Eutrópio contra o Oeste, a Alvinegra fez 12 faltas e uma a mais que o oponente, que em casa venceu por 3 a 1. No segundo jogo contra o Santos, a Macaca fez 15 faltas e o Santos precisou fazer 12 para ganhar por 2 a 0.

Os lampejos de futebol surgiram contra o Linense. Na ocasião, houve um apetite maior pela retomada da posse de bola bola e 17 faltas foram registradas contra 15 dos donos da casa, que empataram por 2 a 2. No último jogo, contra o Botafogo, a Ponte Preta não saiu de um empate por 1 a 1 e não teve predominio na posse de bola, pois o adversário cometeu 22 faltas contra 14 da Ponte Preta.

O índice baixo de faltas voltou contra o São Bento. Dirigido por Felipe Moreira, o time campineiro cometeu 11 faltas contra 10 do oponente.

Com Gallo, os números mudaram de patamar. Logo na estreia, contra o Grêmio Osasco Audax, a Macaca buscou a retomada da posse de bola e cometeu 24 faltas. O visitante cometeu 10. No jogo contra o São Paulo, foram 15 faltas para a Ponte Preta e 13 para o tricolor paulista.

A estratégia foi justificada pelo técnico Gallo após a partida de sábado no Majestoso. “O São Paulo é um adversário muito qualificado tecnicamente e nós não estamos em um estado de brilhantismo, mas sim de eficiência. E o time foi extremamente eficiente. Nós conversamos na concentração e falamos que era um jogo de um lance só para nós e a nossa força ofensiva seria a marcação”, analisou o treinador. O próximo desafio será sábado, contra o XV de Piracicaba, em Campinas.

(texto e reportagem: Elias Aredes Junior- foto Fábio Leone-Ponte Press)