Guarani 2 x 3 Cruzeiro: velhas falhas defensivas “recolocam” um gigante no campeonato

0
355 views

Em jogo emocionante e cheio de alternativas, o Guarani novamente pagou pelas suas falhas defensivas e perdeu de virada para o Cruzeiro por 3 a 2, em jogo realizado na noite desta terça e válida pela Série B do Campeonato Brasileiro. Agora, o primeiro triunfo será buscado no sábado pela manhã contra o Botafogo, fora de casa.

Duas equipes com história no futebol brasileiro e que iniciaram o jogo em ritmo alucinante. Logo aos 02min, o atacante Waguininho dominou no lado esquerdo, bateu de curva e a bola entrou no ângulo do goleiro Fábio. Golaço. Nem deu para comemorar. Aos 05min Marcelo Moreno avançou pela direita, cruzou rasteiro e Régis bateu sem chance para o goleiro bugrino.

Com o empate consolidado, o Cruzeiro aplicou a metodologia do técnico Enderson Moreira, que era uma flutuação de uma linha com cinco jogadores, seja na defesa ou mais no setor de meio-campo. Resultado: os passes do Guarani eram infrutíferos, não demonstravam penetração por qualquer setor do gramado.

A meta era esperar por um vacilo bugrino o que ocorreu aos 27min, quando o atacante Mauricio avançou em velocidade e foi empurrado pelo lateral-direito Pablo. Pênalti e convertido por Marcelo Moreno.

O fato alterou o panorama. O Cruzeiro recuou e passou a dar espaço ao Guarani. O quadro não foi modificado no segundo tempo e ao perceber a conjuntura, o técnico colocou Giovanni em campo e um volume de jogo foi formado. Aos 10 minutos, Lucas Crispim bateu falta e forçou defesa do goleiro cruzeirense Fábio. De tanto insistir, a igualdade chegou aos 27min. Bidu bateu falta de pé trocado, Todinho desviou e o zagueiro Didi completou para as redes.

Novamente nem deu para comemorar. Aos 30min, Jean cobrou escanteio, o goleiro Jefferson saiu mal e o beque Léo tocou de cabeça para fazer o terceiro. O Guarani buscou a reação mas o jeito foi lamentar a segunda derrota na segundona nacional.

(Elias Aredes Junior- foto de Bruno Haddad- Cruzeiro Assessoria)