Guarani busca técnico tarimbado para a sequência da temporada

3
617 views

Após a derrota para a Ponte Preta por 3 a 0 no último sábado, a diretoria do Guarani já decidiu que não escolherá um integrante da “nova geração” como comandante para a Série B do Campeonato Brasileiro.

A avaliação dentro do Conselho de Administração é que seja um profissional tarimbado, que tenha rápida aprovação por parte da torcida e que tenha capacidade de apresentar uma ideia de futebol e com isso faça uma campanha competitiva.

Neste contexto, um dos nomes que surgem com força é o de Claudio Tencatti, reconhecido pelos seis anos em que dirigiu o Londrina (2011-2017). Os 269 nomes que disputou levou o time da Série D para a segundona nacional.

No ano passado, dirigiu o Atlético-GO em 40 jogos e ficou na sexta colocação com 59 pontos, dois atrás do Avai, que foi o quarto colocado. Em contato com a reportagem do Só Dérbi, o superintendente de futebol Fumagalli não confirmou nomes, mas reafirmou a intenção de resolver o tema rapidamente. “Queremos ter o treinador o mais rápido possível. Temos alguns nomes e estamos estudando”, completou.

(Texto e reportagem: Elias Aredes Junior)

3 Comentários

  1. Tencatti, Chamusca (que deve cair do Vitória), Tem alguns nomes que estão a umt empo parados que poderiam ser bons nomes pro Guarani, tipo o Cristovão Borges, Milton Mendes, poderia ser um bom nome tbm…
    Pq se for parar pra observa, o mercado dos técnicos é até mais difícil do que dos jogadores (isso em se tratando pro nível série B)

  2. De antemão a diretoria deveria confirmar ou negar o valor da multa da demissão do Loss. Ventila-se que é R$ 700 mil, se for isso mesmo, foi uma tremenda burrice aceitarem essa valor altíssimo para um treinador iniciante que sabiam ser uma aposta.

    Mas independente do valor, é certo que o Guarani não tem como pagar esse valor à vista, vai fazer um acordo pra parcelar e não vai pagar as parcelas. Loss vai bater às portas da Justiça e esse será mais um papagaio pro “comendador” pagar.

    Claro que o comendador vai assumir, mas debitará daquilo que o Guarani terá de receber, em pouco tempo a torneira do comendador vai secar, o Clube ficará sem estádio e sem dinheiro.

    Em relação ao novo treinador, como diz o ditado, cachorro de muitos donos, passa fome!

    Estão analisando nomes, mas ao escolher um, eles terão que consultar o “comendador” pra ver se ele aprova pra depois contratá-lo, contratado esse profissional ainda terá que agradar a torcida.

    Vai ser difícil encontrar um nome de consenso, porque o “comendador” tem um objetivo e a diretoria outro, ao final o resultado pode não ser bom.

Deixe Um Comentário