Guarani consegue classificação e Thiago Carpini muda a postura. Para melhor!

0
411 views

Uma tonelada de cobranças de pênaltis, classificação às semifinais do Torneio do Interior, bom rendimento do goleiro Jefferson Paulino.  Não faltam opções para escolhermos para o papel de protagonista no jogo de quarta-feira entre Guarani e Ituano. Eu escolho: a postura de Thiago Carpini na entrevista coletiva. Mudou. Para melhor.

Ao contrário de jogos anteriores, em que o rendimento baixo e os resultados negativos eram insuficientes para um discurso sóbrio da comissão técnica, a atitude foi de tratar com a realidade nua e crua. Antigamente, a teimosia era por analisar um jogo que não existia. O empate sem gols com o Água Santa, no dia 28 de fevereiro, no Brinco de Ouro , é uma recordação prática do que falo.

Dessa vez não. Carpini admitiu o rendimento decepcionante, prometeu que vai conversar com os atletas para detectar as falhas e apontou uma mudança de discurso em relação a Ricardinho, em que promete conceder-lhe uma oportunidade.

No fundo, no fundo, na hora de analisarmos o trabalho de Carpini, temos duas vertentes. A primeira endeusa vertiginosamente enquanto outro clube pega no pé sem perdão. Não tenho pudor em afirmar: este Só Dérbi coloca-se nesta trincheira em algumas oportunidades.

O que todos esquecemos é básico: Carpini é um técnico em formação. Ainda não tem a rodagem dos profissionais mais experientes. Vai errar e acertar. Talvez os erros ultrapassem o nível do aceitável. E tal sina permanecerá por muito tempo. Inclusive contra a Internacional de Limeira, sábado, ás 11h, em Araraquara, em jogo válido pelo Torneio do Interior.

A torcida é que ele adote como mantra a postura do jogo contra o Ituano: serenidade, humildade e capacidade de reciclagem. O Guarani só tem a ganhar.

(Elias Aredes Junior)