domingo , 17 dezembro 2017
Home / Destaque / Guarani empata sem gols com o Luverdense e assegura permanência na Série B de 2018

Guarani empata sem gols com o Luverdense e assegura permanência na Série B de 2018

Em jogo de alta dose de tensão, emoção e dramaticidade, o Guarani empatou sem gols com o Luverdense, nesta sexta-feira, no Brinco de Ouro e assegurou sua permanência na Série B do Brasileirão, pois chegou aos 44 pontos e 11 vitórias e não poderá ser alcançado por nenhum integrante da zona do rebaixamento. A despedida será no dia 25 de novembro, contra o Internacional (RS), em Porto Alegre.

Como administrar uma vantagem? Este dilema perseguiu o Guarani desde o primeiro minuto. Alguns sinais emitido pelo técnico Lisca mostravam que a cautela era o caminho. A providência inicial foi a escalação de Richarlyson para auxilar Salomão na marcação e a colocação de Luiz Fernando no banco de reservas. Um time recuado surgiu no horizonte. Sintoma claro: a bola ficou com o time do centro-oeste. Uma boa cabeçada de William Rocha e outra de Bruno Mendes pareciam demonstrar que o caminho não teriam pedreiras.

Ledo engano. Com Aderlan como desafogo na lateral-direita e com Sérgio Motta com boa movimentação, o Luverdense ameaçava e quase chegou ao seu gol aos 32min, quando Paulinho cruzou e Rafael Silva tocou de primeiro dentro da pequena área e viu a bola sair. Quatro minutos depois, o troco bugrino: Richarlyson dominou pela meia esquerda, soltou o pé e viu a bola explodir no travessão. “Vamos continuar em cima para tentar o gol e assim conseguir um resultado melhor”, afirmou o meia e lateral-esquerdo bugrino antes do intervalo.

Sem nada a perder, o Luverdense arriscou tudo no segundo tempo e aos 06min, Douglas Baggio fez boa jogada, rolou para o interior da área; Diego Jussani cortou e Rafael Silva pegou o rebote e a bola tocou na trave.

Aos poucos, o Guarani acordou  e passou a dar estocadas, como aos 15min, em chute de Betinho e espalmado por Diogo Silva. Lisca ordenou o bloqueio do meio-campo, os jogadores obedeceram e erros individuais com os chutes e média distância quase pagaram o preço aos 37min, em chute de Sérgio Motta e defendido por Leandro Santos.

Nos minutos finais, a pressão dos dois lados foi intensificada e após a expulsão de Eric após cabeçada em Betinho, o Guarani ganhou o fôlego para contra-atacar aos 44min, quando Paulinho puxou o contra-ataque e tocou para Ewerthon Páscoa chutar e o goleiro Diogo Silva defender.

Na sequência, nova confusão: um auxiliar técnico do Luverdense entrou em campo e chutou a bola no corpo de Diego Jussani. Sem controle, o juiz expulsou Marcos Aurélio. Aos 49min, o goleiro do Luverdense vacilou, Paulinho dominou, chutou e o goleiro defendeu. Com o apito final, o Alviverde campineiro comemorou a permanência na Série B do Brasileirão. (crônica de Elias Aredes Junior- Foto de Roberto Fernandes-Guaranipress)

 

FICHA DO JOGO

GUARANI

Leandro Santos; Lenon, Jussani, Willian Rocha e Salomão; Baraka, Betinho, Nazário, Fumagalli (Luiz Fernando)e Richarlyson(Paulinho); Bruno Mendes (Ewerthon Páscoa).  Técnico: Lisca

LUVERDENSE

Diogo Silva; Aderlan, Pablo, William e Paulinho; Guly (Ricardo), Marcos Aurélio e Douglas Baggio (Léo Cereja); Rafael Ratão, Rafael Silva  (Eric) e Sérgio Mota.Técnico: Júnior Rocha

 

Renda: R$ 58.834

Público:  6.648

Cartões Amarelos:Pablo, William, Eric, Leandro Santos, Sérgio Motta, Betinho

Cartão Vermelho: Eric, Marcos Aurélio

Juiz: Jailson Macedo Freitas

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas

Veja Também

YAGO

Corinthians solicita volta de zagueiro e frustra planos da Ponte Preta; Macaca avaliará novo defensor no mercado

O técnico Eduardo Baptista segue em busca de alternativas para reforçar o sistema defensivo da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *