Majestoso, 75 anos: a celebração de um lugar que é a tradução da alma do torcedor pontepretano

0
1.024 views

O Estádio Moisés Lucarelli celebra 75 anos de existência. Uma trajetória, única, épica. Um local com a força e a marca de um povo. Cada tijolo, cômodo e lance de arquibancada foi construído pelo suor e a dedicação de campineiros, em sua maioria, pobres, sem recursos. Com disposição para fazer história. E que está aí para ser contada e repassada as novas gerações.

Eu poderia enumerar jogos e ídolos. Gols que levaram a loucura homens, mulheres, crianças e adolescentes. Esses fatos e dados você assistiu e reviu nesta terça-feira em sites, emissoras de televisão e portais. Esse cardápio conhecido ninguém precisa mais dissecar.

Quero descrever como o Majestoso mudou a vida das pessoas.

Imagine a sensação de quem teve contato com o futebol pela primeira vez ali, naquele lugar.

A celebração do primeiro gol, o êxtase da vitória e o retorno para casa pleno de satisfação. Pais que tiveram um plus concedido pela vida: levar o filho pelos ombros, no acompanhamento da cantoria emanada pela torcida. Um cântico que mistura amor, paixão, alívio, redenção e renovação de esperança.

Esperança que pode vir em forma de um grande amor. Quantos casamentos surgiram naquelas arquibancadas!?. Um olhar sem qualquer intenção, uma conversa com a Ponte Preta como tema. Pronto! Começava ali uma história inesquecível. Familias foram formadas e emolduradas naquele espaço. Qual o preço disso?

Inesquecível como deve ser para qualquer avô ou avó assistir ao jogo no Majestoso acompanhado de filhos, netos, bisnetos. Gerações e famílias com um coração que bate em um ritmo único.

O ritmo que impulsiona sair de casa, chamar os amigos, juntar os trocados para pegar o ônibus ou transporte de aplicativo e com um destino: estádio Moisés Lucarelli.

São 75 anos. Daqui a pouco serão 100 anos.

Quanto mais o tempo passa, maior é o entendimento: o estádio Moisés Lucarelli não é um estádio de futebol. É a sua vida. É parte de sua história.

Torcedor, comemora.

Celebre.

Prepara-se para novas histórias que serão escritas naquele lugar sagrado e de concreto. Um local cada vez mais vivo no coração de cada pontepretano. Um lugar que pulsa e vive um clube centenário e especial. Parabéns Majestoso. Aproveite e comemore torcedor!

(artigo escrito por Elias Aredes Junior-Foto Léo Yasuda/Dronely/Especial PontePress)