Números produzem quadro indigesto para Guarani e Ponte Preta na luta contra o rebaixamento!

0
276 views

 

Concordo aqueles que dizem sobre a imprevisibilidade do futebol. Ninguém é promovido por antecipação ou vai para a terceira divisão de maneira automática. Guarani e Ponte Preta encontram-se nas últimas posições da Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda há tempo de recuperação. O que cada torcedor bugrino ou pontepretano quer saber é apenas o seguinte: é possível escapar? Dá para imaginar um milagre que leve para as primeiras posições?

Primeiro é preciso saber o tamanho de cada desafio. Em 2021, o quarto colocado foi o Avaí com 64 pontos. A equipe catarinense comandada por Claudinei Oliveira registrou média de 1,68 por jogo.

Com típica campanha de zona intermediária, o Náutico foi o oitavo colocado com 53 pontos e média de 1,39 pontos por jogo. No ano passado, quem respirou aliviado foi o Londrina e que cravou 44 pontos e obteve média de 1,15 pontos conquistados por jogo.

Em relação ao tamanho da encrenca que espera o futebol campineiro basta dizer que, antes da 11ª rodada, Ponte Preta e Guarani estão com uma média de 0,9 pontos conquistado por rodada. Decepcionante. Pelo desempenho atual, Ponte Preta e Guarani somam 34 pontos após 38 rodadas.

Diante deste quadro, o que fazer? Serão 28 jogos até o final da competição. São 84 pontos em disputa. Para chegar aos 45 pontos necessários para a manutenção, tanto Guarani como Ponte Preta precisam conquistar mais 36 pontos. O aproveitamento tem que ser de 42,85% nos 28 jogos restantes. Hoje o aproveitamento é de 30%.

Os times campineiros precisam melhorar o seu aproveitamento em 42,83% para assegurarem a permanência na Série B.

Se quiser igualar a pontuação do Avaí, quarto colocado em 2021, Ponte Preta e Guarani precisam de mais 55 pontos. A tarefa é mais complicada. O aproveitamento terá que ser de 65,47% nos 28 jogos restantes. O crescimento no aproveitamento tem que ser de 118,23%.

Convenhamos: missão indigesta. E por enquanto (por enquanto!) a bola não dá sinais de que algo positivo irá surgir no horizonte.

(Elias Aredes Junior-foto de Thomaz Marostegan- Guarani Futebol Clube)