Ponte Preta só deseja a “bola de segurança” nas contratações. Não falta um pouco de ousadia?

0
266 views

Informação dada pelo repórter Antonio Luppi, da rádio Bandeirantes demonstra o interesse da Ponte Preta em Morato, que não interessa ao Red Bull Bragantino e Matheus Alessandro que atuou pelo Botafogo de Ribeirão Preto e pertence ao Fluminense. De quebra, não podemos esquecer do interesse no atacante André Luiz, que hoje está mais distante.

Três jogadores e de certa forma com perfis idênticos: já apareceram na vitrine, tiveram bons momentos e agora podem se encaixar nas necessidades da Macaca. Momentânea, mas interessa. Assim foi com Paulo Sérgio, artilheiro do Brasil com 23 gols e o zagueiro Edinei, com bom destaque no Cuiabá. Se a Ponte Preta fosse um jogador de vôlei será adepta da “bola de segurança”, aquela que não falha. Será?

Se observarmos a história da Macaca vamos checar inúmeros jogadores que vieram sem muito cartaz e explodiram no Majestoso.

Bruno Rodrigues, Weldon, Biro Biro, Lucca, William Pottker…A lista é infinita. Busca por grife? Desejo de aplacar a fúria da torcida? Não sei. Só tenho conhecimento de um fato inequívoco: agremiações com o perfil da Macaca precisam arriscar, buscar o diferente. Cautela em excesso gera estagnação. Tomara que a atual leva de contratações não tenha idêntico destino.

(Elias Aredes Junior)