Sem alarde, Lucas Crispim começa um processo lento e gradual de divórcio com o Guarani

0
2.213 views

Vivemos de informação. Até para que possamos entender as tendências que estão por vir. O armador Lucas Crispim construiu fissuras e rachaduras no seu relacionamento com o Guarani, seja com a torcida ou o staff do departamento de futebol.

Afastado e em quarentena para tratamento da Covid-19, o cupim da dissensão de Crispim com o bugre começou a roer a madeira da credibilidade do jogador após a derrota por 1 a 0 o América Mineiro no Brinco de Ouro, no dia 02 de janeiro.

Na ocasião, o atleta travou uma conversa animada com o técnico Lisca, o que desagradou internamente. Uma insatisfação que cresceu ainda mais surgir o interessante do próprio América Mineiro por seu futebol.

Três dias depois, a sua substituição aos 42 minutos do primeiro no dérbi fez com que o jogador demonstrasse caras de poucos amigos no intervalo. A reportagem do Só Dérbi apurou que não houve briga, discussão ou qualquer clima acalorado. Só que o jogador não deixou de exibir sua insatisfação pela decisão de Felipe Conceição.

Postagem de Lucas Crispim em sua conta no instagram com calção do Santos; minutos depois, a postagem saiu do ar

As polêmicas não ficaram restritas ao clássico. Na tarde desta quinta-feira, em sua conta pessoal no Instagram, o atleta postou uma foto em que se verifica Lucas Crispim vestido com o calção com o escudo do Santos, adversário do Boca Juniors na semifinal da Copa Libertadores. Após ser pressionado nas redes sociais, ele retirou a imagem.

O que estes três fatos mostram? Que da parte de Lucas Crispim começa a ser desenvolvido um processo lento e gradual de divórcio com o Guarani em relação a temporada de 2021.

Detalhe: é direito dele escolher em que local quer trabalhar. Ninguém rasga dinheiro. Mas tudo pode ser feito de modo consciente, elegante e sábio. Basta querer.

(Elias Aredes Junior- foto de Thomaz Marostegan-Guaranipress)