domingo , 19 agosto 2018
Home / Destaque / Times da parte debaixo asseguram campanha positiva do Guarani na Série B

Times da parte debaixo asseguram campanha positiva do Guarani na Série B

A terceira colocação e o viés de alta na Série B do Campeonato Brasileiro colocam o Guarani, momentaneamente, na luta pelo acesso à divisão principal. Com novos horizontes, a equipe dirigida por Umberto Louzer vem de duas vitórias consecutivas diante de adversários que lutam na parte de cima da tabela.

Apesar do sucesso recente contra integrantes do top 10, o alicerce da campanha bugrina no torneio por pontos corridos está nos confrontos com equipes que lutam da intermediária para baixo.

O Alviverde foi derrotado apenas uma vez para concorrentes entre os dez últimos colocados: revés para o Juventude, por 1 a 0, em Caxias do Sul, em 1º de junho. Dos outros seis jogos, são três vitórias (Sampaio Corrêa, Criciúma e CRB), três empates (Goiás, São Bento, Boa Esporte), 12 pontos e 57% de aproveitamento.

O panorama, todavia, muda quando o assunto é postulantes ao G4. Foram apenas onze pontos (45.8%) somados contra supostos concorrentes diretos pela classificação à Série A: três triunfos (CSA, Coritiba, Oeste), duas igualdades (Vila Nova e Avaí) e três tropeços (Fortaleza, Atlético-GO, Ponte Preta).

Até o encerramento do primeiro turno, o Guarani enfrenta Figueirense (6º), Paysandu (12º), Brasil de Pelotas (19º) e Londrina (13º).

TOP 10:

3V – CSA (2º), Coritiba (5º) e Oeste (10º)
2E – Vila Nova (4º) e Avaí (6º)
3D – Fortaleza (1º), Atlético-GO (8º) e Ponte Preta (9º)
11 pontos e 45.8% de aproveitamento

FORA DO TOP 10:

3V – Sampaio Corrêa (16º), CRB (17º) e Criciúma (18º)
3E – Goiás (11º), São Bento (14º) e Boa Esporte (20º)
1D – Juventude (15%)
12 pontos e 57% de aproveitamento

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)

Veja Também

Lesão, suspensões e reforços tiram espaço de Orinho no elenco da Ponte Preta

Contratado por empréstimo junto ao Santos no início da temporada, o lateral-esquerdo Orinho chegou à ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *