Daniel Paulista e o desafio de uma escalação que pode determinar o triunfo ou a decepção

0
387 views

Daniel Paulista deverá ficar diante de um quebra cabeça para definir o Guarani para o confronto diante do Sampaio Côrrea, terça-feira, às 19h, no estádio Brinco de Ouro. Desfalques terão que ser administrados e suas decisões devem emitir um sinal de qual será o rumo nas próximas rodadas.

A zaga é um exemplo. Ronaldo Alves está lesionado. Não se sabe qual o grau do incômodo muscular. Ato natural seria escalar Tití. O garoto teve altos e baixos contra o Confiança, uma equipe com claras limitações técnicas.

Vai repetir diante do time Maranhaense, um time com mais recursos técnicos? Recuar Bruno Silva é a solução? Pode até ser. Apesar de trocar um volante excepcional (para o nível técnico da Série B) por um zagueiro, no máximo, razoável.

De algo temos certeza: por seu dinamismo e volúpia para atacar e defender, Rodrigo Andrade é essencial assim como a movimentação de Bruno Sávio no setor ofensivo.

Se diante de tantas mexidas, o Guarani sustentar a sua produção, é certo dizer que o time certamente será competitivo o suficiente para continuar no grupo de classificação e continuar na trilha do acesso.

(Elias Aredes Junior-Foto de Emanuel Rocha-Pontepress)