Dawhan, Ponte Preta, possível saída e as necessidades apresentadas para o futuro

0
651 views

As dificuldades são imensas, a tensão é evidente, mas a possível saída do volante Dahwan ao Juventude, de acordo com informações da Rádio Caxias e confirmada pelo Só Dérbi deveria gerar um processo de reflexão dentro da comunidade pontepretana.

Dahwan só está na crista da onda para o time gaúcho devido a vitrine na qual está exposta. Seja qual for a sua colocação e em qualquer competição, a Macaca sempre será observada e seus atletas estarão sob análise. Atuar na Ponte Preta é prova de fogo para quem deseja triunfar no futebol. É selo de qualidade, seja na parte técnica, física, emocional. Quem atua em alto nível na Macaca só precisa confirmar nos clubes subsequentes.

A  possível ida de Dahwan demonstra a fragilidade financeira da Macac quando se depara com ofertas de equipes da Série A. Seja qual for o participante. Basta comparar: um time da Série B recebe em média de R$ 6 milhões a R$ 8 milhões enquanto que um contrato de Série A, mesmo para equipes menores pode alcançar R$ 28 milhões. Ou seja, o melhor é subir.

Como tal perspectiva parece distante na atualidade, o que deve fazer a Macaca é, caso a transferência seja concretizada, tomar consciência de que deve fazer o possível e o impossível para permanecer na Série B em 2021 e no próximo ano entrar com força para buscar a divisão de elite.

Só com o acréscimo de patamar esses “sustos” de mercado podem diminuir.

(Elias Aredes Junior- foto de Alvaro Junior-Pontepress)