Moisés, protagonismo e a constatação na Ponte Preta: é com esse que eu vou. Sem ele, não há saída!

0
387 views

Entrevistas coletivas podem virar palco de ataques de sinceridade. Após a vitória sobre o Londrina, o técnico Gilson Kleina foi questionado se em mais de suas 200 partidas em que comandou a Macaca, o atacante Moisés foi o protagonista de maior destaque com o qual trabalhou.

A resposta não seria mais cortante. “Não! Moisés está dentro de uma galeria importante. Já trabalhei com grandes jogadores aqui. Moisés foi decisivo no primeiro gol e no último, com frieza para driblar e bater de esquerda. O Moisés está evoluindo a cada jogo, atacante perigoso, que está sendo decisivo, atacante que faz gol, todos vocês sabem que mercado monitora muito”, disse.

Nesta declaração, Kleina aborda dois aspectos.  O primeiro é que Moisés não está pronto e sim em desenvolvimento. Vai oscilar como os demais atletas. Luta? Batalha pela bola? É identificado com a camisa da Ponte Preta? Concordo com tudo. Não podemos esquecer uma outra conjuntura que favorece a idolatria em torno do jogador.

O principal: com trabalho estruturado, bem feito, com orçamento equilibrado, Moisés seria importante mas longe de ser fundamental. Seria bom coadjuvante. Para exemplificar minha tese, relembro três jogadores que trabalharam com próprio Kleina: William Pottker, Lucca e Clayson. Todos, de um jeito de outro, tecnicamente são superiores a Moisés, que fica abaixo de Bruno Rodrigues.

Como justificar? Simples: Moisés carrega um fardo que não é dele. O elenco montado é fraco, com atletas de qualidade técnica duvidosa e com alguns claramente com rendimento decepcionante. Ou alguém acha que estaríamos com elogios na direção de Moisés se Camilo com futebol de alto nível?

Moisés é essencial. Decisivo. Protagonista. Porém, todo esse cenário foi criado graças a incompetência reinante no departamento de futebol profissional. Apostaram que uma andorinha é capaz de produzir um verão escaldante. Tomara que dê certo.

(Elias Aredes Junior-foto de Álvaro Junior-Pontepress)