Uma reflexão sobre o significado da nomeação de Lucimara Ferreira para a Diretoria Executiva da Ponte Preta

0
478 views

Vamos colocar foco na notícia: a advogada Lucimara Ferreira foi nomeada para o cargo de segunda secretária da Diretoria Executiva da Ponte Preta pelo presidente Marco Antonio Eberlin. A primeira mulher e negra a ocupar um posto na diretoria executiva da Ponte Preta.

O currículo fala por si. Lucimara, conselheira estadual da OAB São Paulo é integrante do Conselho do direito e defesa da mulher do município de Campinas e tem uma história de amor com a Ponte Preta que vem desde de criança, de acordo com relato do site oficial.

O presidente da Ponte Preta, Marco Antonio Eberlin, merece deferência e elogios por dois motivos. Primeiro por continuar o traçado do ex-presidente Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, cuja gestão abriu espaço para negros ocuparem cargos relevantes na diretoria executiva.

É com a concessão de oportunidades que negros e negras podem demonstrar o seu potencial, seja qual for a área. E quem tem sensibilidade para tal premissa merece elogios. Além disso, não basta falar que fará diferente dos antecessores. É preciso fazer. Apesar de que todos esperam mais. Muito mais.

Até porque por anos e anos, apesar de reconhecidamente um clube casado com a Democracia Racial, a Macaca sempre foi como os outros clubes. Ou seja, comandado por homens brancos, héteros e sem abrir espaço para mulheres e negros. Na Alvinegra, a teoria começa a virar prática.

Cada um tem sua história.

Sua trajetória. E precisa demonstrar competência. Todos os dias. Senão, somos engolidos pela história.

Que Lucimara Ferreira demonstre com dedicação e eficiência que ela e outras mulheres negras podem acrescentar e muito para um clube centenário e representante de um povo sofrido.

E que esta medida pontual e ousada não seja um fato isolado, e sim uma inspiração para que uma nova forma moderna e avançada de ver, sentir e executar o futebol apareça no estádio Moisés Lucarelli.

(Elias Aredes Junior-Foto Divulgação-Pontepress)