Análise: Se a torcida não realizar a cobrança, quem fará o serviço no Guarani?

0
332 views

Quando a critica é pertinente deve ser feita. O elogio também. Palmas devem ser direcionadas aos representantes da torcida Fúria Independentes que estiveram na tarde desta segunda-feira no Brinco de Ouro para direcionar uma cobrança diplomática, mas necessária em direção a diretoria, comissão técnica e jogadores. Prometeram apoio e querem retorno no gramado. Nada mais justo.

Gestos como esse, feitos dentro de um clima pacifico deveriam servir para um questionamento: a quem interessa a criminalização das torcidas organizadas? Nunca estive em uma sede de tais agremiações e tive pouco contato com eles. Mas o fato é que nos momentos de sufoco, com quem o Guarani deve contar? Quem pode canalizar a insatisfação da comunidade bugrino, mesmo que de um jeito atabalhoado?

CONTINUA APÓS A PROPAGANDA

Quem sentará na arquibancada faça chuva ou sol? Lógico que somos contrários a qualquer tipo de ligação promiscua entre qualquer time e suas torcidas organizadas. Como também muitas reportagens têm ampla razão quando enfocam torcedores organizados que não tem qualquer profissão e se utilizam do clube para sobreviver de modo antiético. Isto é condenável.

Não foi esse caso. O que aconteceu ali foram torcedores exercendo os seus papéis de fiscalização. Afinal de contas, quem pode cobrar as decisões equivocadas de Palmeron? O Conselho Deliberativo ou o Conselho Fiscal desarticulados e sem representatividade? A imprensa vitima de constrangimento por parte de torcedores comuns que não aceitam encarar a realidade? Fazemos nossa parte, mas é duro viver com a faca no pescoço.

E você torcedor comum? Afastado do estádio e apenas frequentador das redes sociais? Você acha realmente que sua insatisfação chegará aos protagonistas bugrinos em meia dúzia de mensagens de Whatsapp? Não chegará.

Repito pela enésima vez: de acordo com o sociólogo Mauricio Murad, de cada 100 torcedores organizados, apenas seis estão envolvidos em atos de violência. Esses devem ser punidos. Os atos positivos dos outros 94 devem ser valorizados e enaltecidos.

A torcida organizada só existe por causa do Guarani. E sem um Guarani forte a paixão morre dia após dia. E contra isso que todos devem lutar.

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário