segunda-feira , 18 junho 2018
Home / Destaque / Arquibancada: Nos piores momentos da Ponte, faltaram reforços. E nos melhores?

Arquibancada: Nos piores momentos da Ponte, faltaram reforços. E nos melhores?

Indiscutivelmente, sob comando de João Brigatti, a Ponte Preta viveu – e vive – seus melhores momentos no ano. Quando não conseguíamos vencer, todos, desde torcida, imprensa, técnico, pediam reforços. E agora?

Algumas coisas não podem ser deixadas de lado independente dos momentos, sejam eles bons ou ruins. Por isso, se o time está numa boa ou má fase, precisam ser discutidas para evoluir sempre.

A primeira delas – e a mais incompreensível até aqui – é a não efetivação do Brigatti. Dos técnicos que comandaram a Macaca nos últimos anos é dele o melhor aproveitamento, equivalente a 60% dos pontos conquistados. Os números são bons. Foram 15 jogos, sete vitórias, seis empates e duas derrotas, contando todas as passagens como interino até aqui.

A segunda é a falta de reforços. O presidente Abdalla disse que traria atletas importantes há mais de um mês em uma entrevista coletiva. Porém, o único jogador que chegou para exames foi o lateral Ruan, ex-Internacional. Quando novos nomes chegarão para que o time ganhe qualidade e tenha mais opções de jogo?

Atualmente, a fase do time é melhor, mas para ela se tornar duradoura, precisamos qualificar o elenco para atingir nossa meta de acesso à Série A de 2019.

No próximo ano, se inicia o novo contrato de transmissão pelo canal Esporte Interativo. Entretanto, disputar a primeira divisão é fundamental para termos o direito de receber o valor integral de R$ 30 milhões desse novo contrato. Além do valor do Grupo Globo, Sportv/Premiere.

Para se entender a necessidade do subir de divisão, o time embolsou pouco mais de R$ 6 milhões para disputar a Série B desse ano. Portanto, é fundamental para obter ganhos técnicos e financeiros ao clube.

(análise: André Gonçalves/foto: Fábio Leoni – Ponte Press)

Veja Também

Disciplina da Série A2 segue, e Guarani tem o menor número de advertências na Série B

O elenco do Guarani dá mostras de que consegue entender o estilo de Umberto Louzer. ...

1 Comentário

  1. José Rodrigues de Almeida

    Abdalla prometeu e vai cumprir. Foi pra Rússia para analisar alguns reforços. Pena que só virão depois da Copa. Para adiantar poderia trazer alguns das seleções eliminadas na primeira fase.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *