sábado , 17 novembro 2018
Home / Guarani / Guarani admite contratar zagueiro, mas apenas com condições de titularidade

Guarani admite contratar zagueiro, mas apenas com condições de titularidade

O Guarani considera a opção de contratar um novo zagueiro, mas tem uma condição para isso. Na visão do clube, é importante que ele chegue com status de titularidade e entre em campo pouco tempo depois de se apresentar. A ideia é encontrar um substituto imediato para Willian Rocha. O vice-capitão bugrino está de malas prontas para o futebol japonês.

A diretoria está satisfeita com Lucas Kal e Fernando Lombardi, mas admite que poderá ir ao mercado caso tenha algum grande nome à disposição e em boas condições para ser contratado.

É neste caso, por exemplo, que entra Alex Silva. O zagueiro de 32 anos foi oferecido ao clube no ano passado e chegou a interessar em um primeiro momento, mas a imposição feita pelo Jorge Wilstermman na época, afastou a possibilidade de acordo.

Alex Silva manifestou o interesse de voltar ao futebol brasileiro e chegou a negociar com o Fortaleza no ano passado. Em contato com a reportagem, o empresário Paulo Ricart qualificou como “uma honra” o interesse do Guarani no defensor, mas reiterou que o futuro de Alex Silva depende da classificação do Wilstermann hoje na Libertadores. A equipe boliviana disputa uma vaga na próxima fase do torneio da Conmebol com o Oriente Petrolero.

“Seria uma honra, mas ainda não fomos procurados. O foco do Alex está em chegar na fase de grupos da Libertadores”, explicou Ricart, que não descartou negociações futuras. O presidente Palmeron também foi procurado e reiterou que se trata de um bom nome, mas não está nos planos do Alviverde.

O Guarani ainda tem Alef como opção. Com treinos especiais para ficar em forma, ele ainda não pôde estrear na temporada e, ao longo do ano, deve voltar a desfalcar a equipe em mais ocasiões por questões físicas. Com passagens em equipes como Inter, Paraná, Avaí e Red Bull, a grave lesão no joelho é tradada como principal empecilho para promovê-lo como “reforço” nas próximas semanas.

Por fim, o time tem duas apostas que devem demorar mais para ter chance. Philipe Maia foi contratado no início do ano passado e também sofreu com lesões de ligamento. Jogou na Série B contra o Internacional e acabou expulso. O jovem Heitor foi promovido das categorias de base, mas ainda está longe de ter uma chance.

(texto e reportagem: Júlio Nascimento/foto: Letícia Martins-GuaraniPress)

Veja Também

É impossível ignorar a dignidade de André Luiz com a camisa da Ponte Preta

Nesta avalanche de esperança vivida pela torcida da Ponte Preta nesta reta final da Série ...

1 Comentário

  1. Zagueiro Gustavo que está jogando no Boa Vista RJ !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *