domingo , 16 dezembro 2018
Home / Destaque / Nathan projeta returno da Ponte e prevê disputa sadia com Bruno Ramires no meio

Nathan projeta returno da Ponte e prevê disputa sadia com Bruno Ramires no meio

A Ponte Preta foi letal diante do Paysandu e começou o segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro com pé direito e astral renovado. Agora motivado, o elenco alvinegro busca melhorar o desempenho como mandante nos pontos corridos – até agora, são duas vitórias, três empates e quatro derrotas – para se fortalecer na briga pelo acesso.

“A goleada em Belém nos anima muito mais. O returno está só começando. Agora, temos que trabalhar nesse tempo livro para, diante do torcedor, conseguir uma vitória contra o Criciúma”, projetou o volante Nathan.

“Primeiramente, nós temos que fazer a nossa parte. Ou seja, buscar as vitórias e não importa quem seja o adversário ou se está na nossa frente. Precisamos de cabeça boa, mas sempre vamos torcer contra os concorrentes diretos para chegar mais próximo ao grupo de acesso”, emendou.

O volante, titular com o técnico interino João Brigatti, ganhou nova concorrência no setor ao longo da semana – a Macaca acertou a chegada do volante Bruno Ramires, revelado nas categorias de base do Cruzeiro. Apesar da concorrência, o camisa 5 prevê disputa sadia pela posição ao lado de João Vitor, Lucas Mineiro, Paulinho e André Castro.

“Não conheço muito bem o Bruino. Ele é mais velho e não acompanhava tanto o Cruzeiro, pois pertenço ao Atlético-MG. Porém, busquei informações e vi que é grande jogador. Ele vem para agregar e vai ser uma briga saudável. Acredito que ele também vai querer buscar seu espaço”, analisou.

A Alvinegra volta a campo na próxima terça-feira, quando recebe o Criciúma, no Estádio Moisés Lucarelli, às 21h30. O duelo marca o reencontro do time com a torcida depois de um mês – o time campineiro sofreu pena de oito jogos no primeiro turno por razões diversas.

“Quando jogamos dentro do Majestoso com a nossa torcida, fizemos grande jogo contra o Fortaleza. Em Araraquara, empatamos duas partidas sem estádio cheio. Eles fazem total diferença”, finalizou.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Fábio Leoni – Ponte Press)

Veja Também

Uma pergunta que não quer calar: Abdalla administra para Ponte Preta ou Vanderlei Pereira? Entenda os motivos.

Na atual temporada, a Ponte Preta viveu um constante terremoto político. Sérgio Carnielli entrou em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *