Ponte Preta surpreende São Paulo e respira no Paulistão

0
480 views

A Ponte Preta chegou a sua segunda vitória no Campeonato Paulista da Série A1 ao vencer o São Paulo por 1 a 0 , em partida válida pela sétima rodada do Estadual. Com os três pontos, a equipe chega à vice-liderança do Grupo B, com nove pontos, atrás apenas do Palmeiras, superior no quesito saldo de gols.

Na primeira partida do técnico Alexandre Gallo no Estádio Moisés Lucarelli, a Ponte Preta adotou uma postura defensiva, posicionada em duas linhas de quatro, para dificultar o costumeiro toque de bola do São Paulo. Sem Wellington Paulista, que cumpriu suspensão automática, o treineiro apostou no volante Ferrugem para fortalecer a marcação e pediu para que Felipe Azevedo e Rhayner ficassem posicionados na linha central do campo a cada posse de bola do Tricolor.

Com a Ponte Preta apostando em um ataque veloz, a primeira boa oportunidade para a Macaca surgiu aos cinco minutos. Ferrugem chegou bem pela ponta direita e buscou Felipe Azevedo, que foi bem travado pelo zagueiro Diego Lugano. Aos oito minutos, o Tricolor do Morumbi aproveitou uma falha da defesa pontepretana e, com ajuda das inúmeras poças d’água do Majestoso, Paulo Henrique Ganso tentou encobrir João Carlos e acertou o travessão.

O adversário ainda teve mais oportunidades na primeira etapa. A principal delas com o atacante argentino Jonathan Calleri, que surgiu na pequena área e bateu cruzado, rasteiro, com a bola triscando a trave e levou perigo à meta de João Carlos. Aos 42 minutos, Jeferson surgiu pelo flanco direito e mandou um passe açucarado para Reinaldo, renegado pelos são-paulinos, que bateu rasteiro, como um atacante, sem chances para o goleiro Denis, explodindo o Majestoso. 1 a 0.

No segundo tempo, as duas equipes voltaram ao gramado com a mesma postura. A Ponte Preta, demonstrando organização e qualidade, teve a primeira chance aos quatro minutos com o centroavante Rhayner. Ele recebeu de Clayson, ajeitou bem e bateu cruzado, forte, e a bola passou perto, à esquerda do goleiro Denis. Quatro minutos depois, foi a vez do Tricolor. Carlinhos cobrou falta e Calleri desviou, exigindo uma linda defesa de João Carlos.

A equipe de Edgardo Bauza tentou inúmeras vezes criar oportunidades, mas esbarrou na bela atuação defensiva do time pontepretano. A melhor chance foi construída aos 17 minutos com Lugano, ponto forte do São Paulo nas jogadas de bola parada, que, após cruzamento, testou firme, no canto direito, mas a bola passou perto da trave.

Com as entradas de Nino Paraíba, Renato Augusto e Wellington, a Ponte Preta manteve o padrão de jogo e ainda criou chances. Aos 32, Reinaldo cobrou falta com força, no cantinho, e Denis fez a defesa. No rebote, Clayson dominou e bateu rasteiro, exigindo nova defesa do arqueiro são-paulino.

Após vencer o São Paulo, os jogadores da Macaca descansam no domingo e se reapresentam na segunda-feira (29). A equipe volta a campo no próximo sábado (05), às 18h30, diante do XV de Piracicaba, no Estádio Moisés Lucarelli, pela oitava rodada do Campeonato Paulista da Série A1. (Texto e reportagem: Pedro Orioli-Especial para o Só Derbi – Foto-Fábio Leone-Pontepress)

FICHA DO JOGO

PONTE PRETA

João Carlos; Jefferson, Fábio Ferreira, Tiago Alves e Reinaldo; Ferrugem (Nino Paraíba), Jonas e Elton (Renato Augusto); Clayson; Rhayner (Wellington) e Felipe Azevedo. Técnico: Alexandre Gallo

SÃO PAULO

Denis; Bruno, Maicon, Lugano e Mena; Thiago Mendes (Rogério), Wesley (Alan Kardec), Hudson, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos (Carlinhos); Calleri. Técnico: Edgardo Bauza.

Gols: Reinaldo aos 42 do primeiro tempo.

Renda: R$ 88.190,00

Público: 5.288 pagantes.

Cartões Amarelos: Michel Bastos, Felipe Azevedo, Bruno, Mena, Clayson e Jeferson.

Juiz: Flávio Rodrigues de Souza