Thiago Carpini deixa duvidas na escalações e utiliza entrevista coletiva para “marcar território” no Guarani

0
291 views

Na entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira, o técnico interino do Guarani, Thiago Carpini, afirmou que para ganhar do Oeste um dos primeiros passos é conter a euforia e entender que a humildade e a determinação são requisitos fundamentais para sair da zona do rebaixamento. “A euforia fica na arquibancada e a gente transmite coisas boas para lá em cima da nossa disposição dentro de campo. Será um elo. Em momento algum, podemos perder o controle e o equilíbrio. A torcida quer um time pra frente o tempo todo. Há momentos de não se expor demais”, afirmou o técnico.

E um das medidas tomadas por Carpini é reafirmar sua autoridade no vestiário e a busca por um relacionamento saudável com o diretor de futebol remunerado, Estevam Soares. “Ele foi treinador de carreira e, agora, exerce função diferente. Desde que cada um saiba respeitar o seu espaço, não teremos problemas. Vamos unir forças, agregar conhecimento e se respeitar, cada um dentro da sua função e do seu limite. O vestiário e o ambiente são meus”, disse o técnico.

Apesar das vitórias contra Londrina e Figueirense, o técnico não espera facilidades. Pelo contrário. “Às vezes, jogar contra um adversário deste tipo e parece que está morto, pois não quer o jogo. De repente, você bate, bate, começa a se soltar demais e toma um gol em contra ataque. Para buscar empate e até a virada, diante de um time que sabe se defender, é difícil”, disse.

Sem Deivid, suspenso, e Marquinhos, lesionado, o provável time deverá ser de: Klever; Bruno Souza, Bruno Lima, Luiz Gustavo e Thallyson; Ricardinho (Marcelo), Igor Henrique, Arthur Rezende e Bady; Davó e Michel Douglas (Lucas Crispim ou Renanzinho)

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário