Guarani: sem força, determinação e alma, não há reforço que dê jeito!

0
315 views

Afundado e preso na zona do rebaixamento, o Guarani agarra-se a tudo que é possível para escapar da terceirona nacional. A nova esperança colocada no ar é a abertura da janela a partir do mês de julho.  Contratar para repor jogadores que decepcionaram no gramado, proporcionar um novo ânimo na reta final. Eu sinto dizer ao torcedor bugrino mas isto será insuficiente. Talvez nem resolva.

Antes de qualquer argumento, deixo claro que não consigo vislumbrar qualquer tipo de corpo mole e preguiça entre os jogadores. Pelo contrário.  Todos correm, se dedicam e tentam obedecer as instruções de um treinador. Qualquer treinador. Mas acredite: hoje isto é insuficiente. Você pode ser incompetente, ruim tecnicamente, sem inspiração para grandes jogadores  mas é preciso contar com algo que pode até parecer subjetivo, mas é vital:  alma.

É o que faz o jogador contar com um controle emocional que, mesmo em situações adversas, ele consegue se superar no gramado e arrancar por vezes um resultado que por vezes parece impossível. Veja: qual foi a última vez que o Guarani virou uma partida?

Qual foi a última vez em que o Alviverde arrancou um empate à força, fruto de uma pressão incessante no gol adversário?

O Guarani tem um comportamento contrário. Desaba emocionalmente a cada gol sofrido, não demonstra capacidade de reação quando o oponente lhe encurrala no campo adversário. É uma apatia crônica. Que gera uma ilusão de ótica, que faz os dirigentes acreditarem que tudo será revertido em um passe de mágica.

Com a continuidade deste clima, pode contratar o Messi ou Neymar. Nada mudará. Infelizmente.

(Elias Aredes com foto de Luciano Claudino-Guaranipress)