Palmeron ao Só Dérbi: A cogestão recolocará o Guarani em seu real lugar

0
1.337 views

Desde o ano passado no comando do Guarani, Palmeron Mendes completou o seu primeiro ano completo no Guarani. Mereceu criticas de vários jornalistas e veículos de comunição, inclusive deste Só Dérbi. Nesta entrevista ao portal, ele faz um balanço do ano e explica porque defende o processo de cogestão para o futebol profissional.

Só Dérbi- Qual o principal momento do Guarani na temporada e por qual motivo? E o pior?

Palmeron Mendes Filho- O principal momento dentro do campo foi a primeira partida contra o XV de Piracicaba na casa deles. Sofremos uma pressão e saímos de lá com um bom empate.  Mas o diferencial foi a presença maciça de nossa torcida e o apoio vindo das arquibancadas. Ao apito final tivemos a certeza que teríamos 20 mil pessoas no Brinco e que o acesso na escaparia. No segundo jogo a precisão se concretizou através dos pés do Ricardinho.O pior momento foi o dia seguinte ao Dérbi do primeiro turno (derrota para a Ponte Preta por 3 a 2). Assistir a reapresentação daquele jogo, ver a apatia do time e confrontar com a participação da torcida, nos entristece.

2-Quais as principais dificuldades enfrentadas pelo clube neste ano no aspecto financeiro e administrativo? Como foi possível superá-los?

Financeiramente sem sombra de dúvidas são as penhoras. Sofremos mais de $3.5 milhões em penhoras.   Se considerarmos que 2 times que disputaram a Série B receberam cotas diferenciadas e os demais 18 receberam exatamente a mesma cota, podemos facilmente concluir que tivemos o menor orçamento da Série B.Administrativamente a maior dificuldade é não termos a garantia de quanto ou quando as cotas serão liberadas pela Justiça do Trabalho.  Como administrar sem ter a garantia de orçamento ???Mas superamos estes obstáculos com muito trabalho

O senhor não considera que a discussão do processo de cogestão criou um racha político desnecessário? A relação com Horley Senna não poderia ter sido mais saudável?

Tenho certeza que não. A Cogestão é uma possibilidade positiva que a maioria dos clubes do futebol nacional gostariam de poder contar para os próximos anos. O racha político não se deu em razão da Cogestão. O racha político sempre existiu no Guarani e  perdurará até o momento em que o Guarani volte a disputar títulos de expressão.Em relação a convivência com o Horley Senna, de nossa parte sempre foi cordial e respeitosa.

O Guarani tem uma verba prevista para 2019 por participar de três competições. Por que a necessidade da cogestão?

O orçamento para 2019 prevê mais um ano de dificuldades financeiras. É fato comprovado que nossas receitas aumentaram muito com o acesso e com a conquista da vaga na Copa do Brasil. Porém as despesas também crescerão proporcionalmente a importância dos campeonatos que serão disputados. As penhoras continuam a existir. A verba de 2019 é suficiente apenas para sermos coadjuvantes. Guarani necessariamente precisa voltar a ser protagonista. A Cogestão nos levará de volta para a primeira diversão nacional, nos colocará em condições de brigar por títulos, nos levará para disputas internacionais. O Guarani é grande.  O Maior do Interior.  O mais vencedor do interior.  Temos que andar lado a lado com os maiores do Brasil e a Cogestão nos recolocará em nosso real lugar.

Deixe uma mensagem ao torcedor bugrino neste ano novo

Ao torcedor Bugrino deixo os meus mais sinceros agradecimentos.  Passamos por ótimos momentos em 2018 e nossas conquistas vieram justamente quando nossa torcida esteve ao nosso lado.Foram quase 60 mil Bugrinos em três jogos no Brinco. Diariamente recebo centenas de mensagens de apoio. Após as conquistas do acesso e do título foram milhares as manifestações de felicitações.Claro que após as derrotas também recebemos críticas, algumas até mesmo criminosas, mas a disparidade numérica é enorme. A maioria absoluta entende que o momento é de reconstrução e que já caminhamos muito.  Uma pequena minoria já reclamou até que a festa de lançamento da camisa estava muito verde.

Então a minha mensagem é para a maioria esmagadora da Nossa Família Bugrina:  Tribo, o Guarani terá um 2019 de muitas conquistas, administrativamente daremos início nas tratativas para construção da nossa Nova Arena, novo Clube Social e novo Centro de Treinamentos, além de trazermos aos sócios a possibilidade de decisão sobre o processo de Cogestão.Dentro dos gramados teremos um time muito competitivo. Faremos um grande Paulista, uma boa Copa do Brasil e no segundo semestre brigaremos pelo acesso para a Série A do Brasileiro. Mas o ano poderá ser ainda melhor. Se tivermos um forte parceiro investidor, brigaremos pelo título da Série B. Que 2019 tenha a PAZ representada através do nosso BRANCO e que tenha conquistas VERDES.Desejo um 2019 VERDE e BRANCO para toda a Família Bugrina !!!

(texto e reportagem: Elias Aredes Junior)