Ponte Preta: é hora de mudar a forma e o conteúdo para 2019

0
811 views

Se José Armando Abdalla Junior desejar aumentar a sua credibilidade junto ao torcedor pontepretano é urgente adotar algumas medidas já cobradas neste espaço e nas arquibancadas e que não apareceram.

A providência inicial é definir um diretor de futebol para o clube. Se existe estaturiamente o cargo de diretor de futebol é preciso conversar com Ronaldão e pedir uma definição. Se ele não pode ficar então que renuncie e abra espaço para um novo sócio assumir a missão. Claro que essa pessoa passará por altos e baixos, especialmente pela inexistência de formação de novas pessoas. Só que algo precisa ser feito. Urgente.

Outra providência é realizar uma avaliação minuciosa sobre o trabalho de Marcelo Barbarotti. Não vou requisitar sua demissão. Uma conversa, entretanto, precisa ser feita. Urgente.

Fato é que a sua montagem do elenco na Série B deixou a desejar. A presença de André Luiz e outros menos cotados não diminui a limitação técnica de outros jogadores deixados como opção aos treinadores Eduardo Baptista, João Brigatti, Doriva, Marcelo Chamusca e Gilson Kleina. Papo reto: qualidade baixa.

Com esmero e debate, pode-se encontrar novos caminhos para captação de atletas. O que não dá é considerar que tudo vai bem no departamento de futebol porque não está. Corrigir a rota é imprescindível. Antes que seja tarde.

(análise feita por Elias Aredes Junior)