Que o Guarani esqueça dos concorrentes e foque no principal: duas vitórias e o acesso na mão!

0
273 views

Os amigos que me perdoem mas vou na contramão do que vem fazendo tanto a torcida como a imprensa campineira nesta reta final da Série B do Campeonato Brasileiro.

Lógico que será inevitável acompanhar os resultados da rodada.

Mas penso que tanto torcida como jogadores, diretoria e comissão técnica deveriam (tentar) esquecer os outros nove jogos da 37ª rodada e pensar somente nos 90 minutos contra o Goiás. E se conseguir a vitória pensar na sequencia apenas em ganhar do Botafogo.

Seria legal ser beneficiado pelos outros resultados?

Evidente.

A felicidade seria ainda mais esfuziante se saber que os resultados deixassem o Guarani a uma vitória da divisão de elite? Concordo.

Não vamos perder de vista alguns pontos fundamentais.

O primeiro ponto de análise é que o Guarani goza de um privilégio: só depende dele. Nada de cálculos, mandingas, secação contra os oponentes e figa por tropeços dos outros. Duas vitórias e nada mais.

Seria absurda autoconfiança?

Nada disso.

Relembre que nos últimos 10 jogos, dos 30 pontos, o Botafogo ganhou 19 e o Guarani 18. Recorde a atuação diante do Avaí e o triunfo épico diante do Vasco. Será que o Guarani não demonstrou seu potencial para alcançar seu objetivo sem depender de ninguém.

Isso não é soberba. É consciência do quadro. É capacidade e maturidade de ultrapassar os obstáculos. O Guarani teve 36 jogos para acertar, errar, vencer, perder e aumentar o estoque de autoestima. Chegou a verdade. E do Guarani encontrar sua vocação histórica.

(Elias Aredes Junior-foto de Thomaz Marostegan-Guarani F.C)