Reflexões e análises sobre a saída de Betão da Ponte Preta

0
541 views

Em texto enviado para vários contatos por intermédio de um aplicativo de mensagens, o preparador de goleiros, Beto Guastali comunicou de que foi demitido de sua função na Ponte Preta. A atitude teria sido tomada por um componente da diretoria em um telefonema no início da noite desta quarta-feira, dia 15 de dezembro. Lauro, ex-goleiro da Macaca no ínicio do Século, deverá ser o novo ocupante da função.

Claramente a decisão foi adotada para atender a um pedido do presidente eleito Marco Antonio Eberlin. Não podemos esquecer que estamos no mês de dezembro e a “caneta do poder” ainda está nas mãos de Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho. Ou seja, ele ainda é responsável pela instituição. Por outro lado, tudo está sendo feito com a anuência e concordância de Eberlin. Mas a execução é da administração que se encerra.

Algo deve ser colocado: ninguém, absolutamente ninguém merece ser dispensado por uma ligação telefônica. Ninguém. É direito de a Ponte Preta contratar, promover e demitir quem quiser. Mas tudo deve ser executado de maneira cavalheira. Até para que a imagem da instituição não fique chamuscada. E ficou com a saída de Betão. Fato.

Independente das avaliações feitas a respeito do profissional Betão, algo não pode ser esquecido: ele foi o principal responsável pelo crescimento e desenvolvimento técnico de Ivan, hoje o principal ativo do clube. Só por isso mereceria um desfecho mais honroso.

Quanto ao ex-goleiro Lauro, que tenha uma bela estadia no Majestoso. E saiba que terá a missão de continuar um legado positivo construído por Betão. Cada passo seu será seguido. A cada falha de goleiro na Macaca, tudo ficará nas costas do novo preparador. Terá que mostrar maturidade para lidar com tal conjuntura adversa.

A falta de experiência para o cargo não pode ser desprezada. Mas se tiver aptidão para a função é algo que será ultrapassado. Um fato é inequívoco: ninguém imaginava tamanho terremoto no Majestoso.

(Elias Aredes Junior-foto de Divulgação)