Rendimento no gramado e contratações no Guarani: reflexos de dirigentes que desejam apenas a permanência. Acesso? Só se for por acaso

0
426 views

O Guarani deverá anunciar nos próximos dias a contratação do zagueiro Ronaldo Alves, que estava vinculado ao Náutico e que neste ano atuou por nove partidas. Ao passar pelas redes sociais de torcedores ligados ao Timbu, não houve lamento. Pelo contrário. E isso gerou temor no torcedor bugrino.

O foco não deve ser direcionado ao jogador em si. Ele não obriga ninguém a contratá-lo. Devemos pensar e relacionar sobre o simbolismo de sua contratação e de outros atletas que foram arregimentados para a Série B.

Evidente a priorização de algumas aquisições como as do atacante Lucão do Break e do atacante Davó, com empréstimo renovado junto ao Corinthians. Em outras ocasiões, no entanto, o foco muda . A aposta é em jogadores que estavam escondidos ou não eram utilizados de modo satisfatório em seus clubes . Pensa-se no aspecto técnico, mas também na questão custo-benefício. Tudo para sustentar o equilíbrio orçamentário e financeiro.

Reconheço que o atual poder financeiro do Guarani é curto. Limitado. Mas as escolhas também precisam mirar na melhor qualidade possível.  Tudo parece mediano. E isso reflete-se no elenco montado. O perfil é de dirigentes focados muito mais na permanência na Série B  do que na busca do acesso.

Neste estágio o conflito é estabelecido. Porque a torcida do Guarani, em sua maioria, quer porque quer a luta pelo acesso. E  muitos acreditam que o saneamento das contas bugrinas passa por uma estadia na primeira divisão nacional. Nem que isso custe lutar constantemente contra o rebaixamento na elite.

Carlão, Ronaldo Alves e até o próprio técnico Daniel Paulista pagam pela escolha da diretoria. As contratações demonstram que para os dirigentes é díficil existir casamento possível entre prudência financeira e ambição pelo acesso. Se acontecer só poderá ser fruto do acaso.

Sem acordo mínimo entre as arquibancadas e os gabinetes, os ruídos sempre vão acontecer no Brinco de Ouro.

(Elias Aredes Junior-foto de Allyson Frazão-GuaraniFC-divulgação)