Artigo Especial: Egocêntricos derrubaram a Ponte Preta. Estão satisfeitos? Por André Gonçalves

0
778 views

O rebaixamento é real! Jogaremos a Série A2 do Paulista em 2023. O clube flertou constantemente com a segunda divisão. O rebaixamento além de previsto foi merecido. Mas não para torcida! Não para o clube! Mas para as gestões passadas e a atual.

Um clube que vive conflitos explícitos desde meados de 2012 sucumbiu. Egos inflados e troca de acusações tem seu preço.

Mas a Ponte não caiu só de divisão. Ela caiu de nível. Times que merecem nosso respeito mas estão à anos-luz da tradição e grandeza da Ponte vêm à Campinas e sequer jogam retrancados.

Até pouco tempo éramos chamados de 5a força do estado e, ao que parece, essa foi uma armadilha.
Serviu mais para dizer: “eu fiz, eu conquistei” do que incentivo e manter o caminho com humildade e trabalho. O “EU” falou mais alto e hoje não conseguimos ficar sequer entre os 18 colocados no estadual!

Infelizmente a incompetência e a falta de preparo de analisar o cenário sem olhar para o próprio umbigo poderá levar o clube à Série C do Brasileirão.
Não quero ser o mensageiro do caos mas que essa queda sirva de alerta. Pois isso seria um problema imenso. Um buraco difícil de sair.

Do elenco que terminou o Paulista grande parte não contribui absolutamente nada para a Série B. Portanto uma reformulação é necessária, urgente!

O agravante é o pouco tempo -são 21 dias para estreia- e a situação financeira.
Precisamos de um elenco praticamente completo.

Não adianta falar aos quatro cantos dos problemas financeiros. Todos sabemos que é um dos males do clube. Queremos soluções.
Quando Eberlim assumiu o compromisso de estar na presidência ele tinha ciência disso.

Portanto, não há desculpa para o rebaixamento e não será na Série B que promete ser forte e disputada.

Os responsáveis pelo rebaixamento são os ex-presidente que passaram pelo clube neste século, o atual mandatário, Marco Antonio Eberlim e todos os membros de suas respectivas diretorias e do Conselho Deliberativo. Todos tem culpa. Sem exceção.

(Artigo escrito por André Gonçalves-Especial para o Só Dérbi- Foto de Alvaro Júnior-Pontepress)