Estádio Moisés Lucarelli, 73 anos. Um aniversariante que pode dar o presente desejado pela torcida: a permanência na Série B

0
169 views

O estádio Moisés Lucarelli completa 73 anos neste domingo. Fruto do esforço coletivo de seus torcedores e por um dado momento o principal estádio particular do estado de São Paulo, o palco serviu para o surgimento de idolos dentro e fora dos campos.

Sim.

Dicá, Samuel, Osvaldo, Jorge Mendonça, Washington, Mineiro, Luis Fabiano desfilaram neste espaço. Mas também é verdade que gente como Donana, Conceição, Décio Cardoso (permitam-me a homenagem) estará para sempre na galeria dos herois anônimos.

Para o pontepretano, o Majestoso é sua casa. O seu lar. Assim como na vida real, não existe espaço melhor para que nosso espirito fique em paz do que estar na nossa residência e ao lado dos seus.

Digo sem medo de errar: é esse aconchego, é esse lar que poderá salvar a Ponte Preta do pior.

Até o final da Série B, a Macaca terá os seguintes adversários em casa: Guarani, Brasil de Pelotas, Vila Nova, Náutico, Vitória, CRB, Botafogo (RJ) e Coritiba.

Se vencer todos os jogos, a Macaca permanece. Ou se conseguir um índice de cinco a seis vitória, a trilha da fuga da degola estará sacramentada.

Nunca, em tempo algum, ficar a vontade em casa ganhou tamanho significado.

Torcedor pontepretano: comemore.

E valorize um espaço que é um pedaço de sua vida e que pode abrir portas para um tempo de paz e tranquilidade.

(Elias Aredes Junior-Com foto de Alvaro Junior-Pontepress)