Guarani 1 x 1 Red Bull Bragantino: resultado que hoje é celebrado. Mas que pode ser lamentado no futuro

0
925 views

Com altos e baixos nos 90 minutos, o Guarani empatou com o Red Bull Bragantino em jogo realizado na tarde deste domingo no estádio Brinco de Ouro e válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. O desafio seguinte será contra o São Bento, sábado, às 16h30, novamente no Brinco.

O Red Bull Bragantino queria demonstrar maior poderio técnico. Estratégia: encurralar o Guarani. Adiantou sua marcação, aproveitava-se de erros de passe do Alviverde e ainda tinha a oportunidade de buscar envolver pelos lados do campo. Tanto que a primeira conclusão bugrina surgiu apenas aos 14min quando Rafael Costa chutou desequilibrado e três minutos depois com Bruno Silva e defendido por Claiton.

Apesar dos arranques de Renanzinho pelo lado esquerdo e as investidas de Matheus Ludke o placar foi inaugurado pelo Massa Bruta aos 44min, quando após cruzamento da direita, Hurtado ganha pelo alto e ajeita para Ramires dentro da área. Meia bate no canto direito de Gabriel Mesquita e celebrou.

O Guarani conseguiu a reação imediata. Ludke foi a linha de fundo aos 46min e cruzou para o interior da área; Tony chuta e Aderlan toca com o braço é foi expulso; na cobrança do pênalti, Rafael Costa bateu o pênalti e deixou tudo igual.

Ninguém pode acusar o Guarani de omissão. Tentou o segundo gol e aproveitar-se do adversário com um jogador a menos. Andrigo foi mais ao setor de meio-campo e assim aproveitar a criatividade de Tony. Quanto ao Bragantino, o jeito era apostar nos contra-ataques com Hurtado, que tinha a parceria preciosa de Claudinho, e que levava perigo ao gol de Gabriel Mesquita.

Não foram lances isolados. O Red Bull Bragantino tomou conta dos espaços e o Guarani, apesar da luta e dedicação, não demonstrava força para reagir, apesar de oportunidades perdidas pelos jogadores do alviverde, que no final não lamentaram o empate. (Elias Aredes Junior- Foto Red Bull Bragantino/Divulgação)