Mirassol 0 (4) x 0 (3) Guarani: após desempenho ruim nos 90 minutos, o sonho das semifinais para nas mãos de Muralha

0
309 views

Em partida de baixo nível técnico e de poucas emoções, Guarani e Mirassol não saíram de um empate por 0 a 0 em confronto realizado na noite desta quarta-feira na casa do adversário. Na disputa por pênaltis, Airton e Pablo erraram as cobranças de pênaltis após defesas de Alex Muralha. O Mirassol venceu por 4 a 3.

Jogo estudado, amarrado e com boa dose de virilidade fez o quadro do primeiro tempo. Como boa noticia, o Guarani voltou ao seu posicionamento normal, com a colocação de Andrigo na faixa central e com isso proporcionar a melhoria da criatividade.

Mas a força desmedida nas faltas por parte do Mirassol atrapalhou os planos do Guarani. Um chute de Andrigo, outro de Pablo, mas nada de levasse medo efetivo ao goleiro Muralha. A timidez prevalecia do lado do time treinado por Eduardo Baptista. Fabricio, Cássio Gabriel e Diego Gonçalves demonstravam compactação e boa troca de passes, mas não existia contundência necessária na hora da conclusão.

No segundo tempo, o Guarani tentou uma postura mais ousada, em que os lados do campo eram utilizados. Com Davó, Matheus Souza e Renanzinho – que entrou no lugar de Julio César, era formado o cenário ideal para a busca do gol sonhado gol. Não faltou luta e insistência. No final, a decisão foi nos pênaltis e após as cobranças do zagueiro Airton e do lateral Pablo, ambos defendidos pelo goleiro Muralha, o placar de 4 a 3 decretou a eliminação bugrina. (Elias Aredes Junior)