Ponte Preta, a resiliência em forma de bola. Por André Gonçalves

0
300 views

A notícia da contratação de Gilson Kleina não foi bem recebida por grande parte da nação pontepretana.

Motivos não faltavam. Os trabalhos recentes e principalmente, sua última passagem pelo clube, eram argumentos fortíssimos e a pronta rejeição justificada.

Mas tinha uma porém: Kleina é o treinador de confiança dessa administração -de 25 anos.

Está em sua quinta passagem pelo clube (todas sob aval de Sérgio Carnielli).
São mais de 200 jogos dirigindo o time. São números expressivo e muitos jogos marcantes no decorrer dessa história.

Administrações medonhas fizeram a Ponte Preta um mau empregador e isso não sai impune.

Tiãozinho e cia receberam inúmeros “não” e ficaram com poucas opções para substituir Fabio Moreno.

Principal erro: disputar a Série B com um elenco limitadíssimo -em qualidade e quantidade- com um técnico inexperiente dava o tom do que viria pela frente.

Somando-se a isso, decisões administrativas controversas e principalmente, a sucessão de atrasos nos salários dos funcionários e jogadores.

Mas Kleina também não vinha em alta. Pelo contrário. Estava “na rua da amargura” por trabalhos de medianos para baixo.

Entretanto, em meio ao caos, Kleina consegue encontrar um padrão de jogo capaz de dar uma esperança ao torcedor. Tem mostrado que uma instituição centenária e resiliente é capaz de lutar e sobreviver apesar da sede de poder e dos desmandos administrativos.

Sou dos que torceram o nariz para Gilson Kleina e hoje “dou o braço a torcer”.
Após algumas rodadas o trabalho é sólido. O nível é de bom para ótimo pelo que têm em mãos. Literalmente vem fazendo milagre!

Concordo com tudo? Não! Longe disso, mas tem meu respeito e admiração pelo que tem feito pela Macaca.

Ademais, a torcida da Ponte é especial: entende o momento turbulento -e vergonhoso- da sua administração mas ainda sim, manda vibrações positivas e um apoio incondicional aos que estão se empenhando e trabalhando dentro e fora de campo.

Gilson Kleina, jogadores e funcionários… a massa alvinegra está com vocês!

(Artigo de André Gonçalves-Especial para o Só Dérbi- foto de Diego Almeida-Pontepress)