Ponte Preta e a luta pela sobrevivência no Paulistão: não é hora de jogar a toalha!

0
628 views

A vida apresenta diversos desafios. Muitos as vezes parecem inatingíveis. Agora, independente do tamanho da tarefa, uma palavra não pode sair da mente: acreditar. A situação da Ponte Preta é dramática no Campeonato Paulista. Tem oito pontos e está na 15ª posição da classificação geral. Uma situação difícil, mas não é irreversível.

Em termos de pontuação, o campeonato não acabou para a Ponte Preta.

Longe disso.

Primeiro porque a Macaca precisa esperar o jogo de quarta-feira, entre Santos e Ferroviária para saber se terá um ou dois oponentes para lutar pela permanência.

Se o Santos vencer a partida, a conta é simples: a Macaca precisa vencer o Ituano e torcer para que a Ferroviária, hoje com 10 pontos, não vença o Mirassol. Um empate da Ferroviária na ultima rodada e uma vitória da Alvinegra faria com que o time campineiro superasse o oponente no número de vitórias (3 a 2)

 Se na quarta-feira, o vencedor for a Ferroviária, a mira muda de direção. No domingo, o Santos, hoje com 10 pontos tem que perder ou empatar do Água Santa e a Ponte Preta faturar os três pontos e assim ficar com uma vitória a mais que o Peixe.

E Santos e Ferroviária terminarem empatados na quarta-feira? Bem, neste caso, ambos ficariam com 11 pontos e um novo empate em seus jogos ultima rodada asseguraria a permanência e rebaixaria a Macaca, independente do resultado no Majestoso.

Neste cenário, só uma derrota da Ferroviária ou do Santos – ou de ambos- deixaria a porta aberta para permanência porque o time de Araraquara e o Santos continuariam com 11 pontos e perderiam no número de vitórias para a Macaca (3 a 2).

Fato é que cenário tem diversas variáveis. Para que a sorte sorria para a Macaca é preciso, antes de tudo, acreditar. Não é hora de jogar a toalha.

(Elias Aredes Junior- foto de Álvaro Junior-Pontepress)