Ponte Preta e o saldo do Paulistão: elenco de qualidade duvidosa. Quando vão aparecer os reforços?

0
526 views

Não vou exercer o papel de advogado de defesa ou de algoz do técnico Fábio Moreno. Fica repetitivo pontuar em todos os textos a decepção com o seu trabalho, que não consegue transferir plenamente no gramado que é treinado durante a semana. E se tal processo não acontece, a comissão técnica tem responsabilidade. Fato.

Alguns fatores são cristalinos. O principal: o elenco é fraco. A qualidade deixa a desejar. E reafirmo: se ocorrer a troca de treinador, ficarei surpreso com uma subita melhoria . É um elenco com perfil para ficar na segunda página da classificação da Série B.

Pode mudar? Sim.

Expectativas podem ser alteradas? Com certeza. Mas o compromisso de qualquer jornalista é com a verdade. Nada mais.

Dito isso, é preciso reforçar: não há trabalho que resista com tantos erros individuais. Em um jogo é Ygor Vinhas; em outros, é a zaga que vacila. Em determinados instantes é o atacante que erra gols. Tudo relacionado a falta de qualidade do elenco. Quem suporta?

Alguns dirão que o orçamento curto justifica a queda de qualidade.

Em parte.

Se você não tem dinheiro é neste instante que entra o critério, a sagacidade e a esperteza para fazer muito com pouco. Contratar sendo auxiliado por gente com vontade de querer ensinar e aprender dia após dia. Não é trabalho para quem é tomado pelo vírus da vaidade.

Essa roda gigante cansa. Prova é a declaração do próprio Fábio Moreno após o jogo. “Precisa colocar a mão na consciência e saber que esses erros custam muito caro, é o que acaba dando aos adversários a possibilidade de eles ganharem da gente. Pra fazer um gol é muito custoso, e os nossos adversários, muitas vezes, não precisam fazer tanto esforço para chegar ao gol. Precisamos buscar os ajustes para que isso não se repita ao longo do processo. Isso precisa acabar, precisa achar uma maneira de equilibrar a equipe. Não pode fazer uma grande partida e dias depois cair tanto”, disse.

Traduzo a frase de Fábio Moreno assim: “Tiãozinho, pelo amor de Deus, arranje dinheiro e reforce o elenco. Desse jeito, nem o Klopp dá jeito”. Pois é. Já passou da hora de acordar para a realidade. (Elias Aredes Junior)