sábado , 22 setembro 2018
Home / Destaque / Dupla chega à Ponte Preta para encorporar elenco na sequência da Série B

Dupla chega à Ponte Preta para encorporar elenco na sequência da Série B

A atividade da Ponte Preta nesta quinta-feira, no CT do Jardim Eulina, contou com duas novidades em campo. O goleiro Ygor Vinhas e o atacante Neto Costa desembarcaram em Campinas e aguardam resultados dos exames médicos para oficialização oficial por parte do clube.

A chegada do arqueiro de 24 anos se deu por conta de um problema com Vinícius Silvestre. O reserva imediato de Ivan sofreu uma pancada na cabeça ao longo de um treino e exige cuidados por parte do Departamento Médico – o diagnóstico ainda não foi divulgado.

Ygor Vinhas defendeu o Mirassol no último Campeonato Paulista e sua vinda também pode ser explicada pelo empréstimo do jovem goleiro Guilherme ao Barra-SC. O atleta foi revelado no Grêmio e soma passagens por São Caetano, Capivariano, Ferroviária e Paulista.

Neto Costa, por sua vez, é uma aposta para o ataque pontepretano. Neste momento, somente Júnior Santos vem jogando, enquanto Felippe Cardoso, outra opção para o setor, se recupera de pubalgia. Aos 21 anos, o jogador também acumula passagem pelo Capivariano – onde foi revelado – e chega ao clube campineiro com passagem pelo Cianorte, mesma equipe que André Luís atuou no início deste ano.

A busca da Ponte Preta por opções no mercado não para nessas contratações. A diretoria não vê esses nomes como suficientes para fechar ao elenco até o final da Série B. Apesar das dificuldades financeiras, a busca por um camisa 10 continua e o acerto com outro centroavante deve acontecer em breve com o anúncio da volta do ídolo Luís Fabiano.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Ferroviária)

Veja Também

Em cem dias, Guarani muda de cara e pega o CSA com mais de meio time diferente

Muita coisa mudou desde o primeiro encontro entre Guarani e CSA na temporada. Foi justamente ...

1 Comentário

  1. José Rodrigues de Almeida

    “ENCORPORAR” foi prá encher o álbum.
    Mas “oficialização oficia”l é pra derrubar macaco do galho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *