Análise Especial: Guarani e um problema que não está em seus pés e sim na cabeça. Leia e entenda

0
187 views

 Esqueçam os erros individuais. Ou a limitação técnica de alguns atletas. Até porque muitos atletas que disputam a Série B do Campeonato também não podem bater no peito e dizer que são especiais. Aliás, longe disso. Mas algo chama atenção após assistir ao empate do Guarani com o Vila Nova por 1 a 1 no Brinco de Ouro: a incapacidade de segurar resultados favoraveis.

Foi assim diante do Náutico. Vitória na mão e o empate surge por acaso. Ato contínuo, o técnico Daniel Paulista é demitido. Diante do Vila Nova, o drama retorna com força. Podemos chegar a duas conclusões. A primeira é que a comissão técnica anterior não tem culpa nenhuma. É uma caracteristica do elenco.

Agora, uma outra pergunta salta aos olhos: como explicar o Guarani com tantos jogadores trintões – Giovanni Augusto, Leandro Castan, Ernando, Ronaldo Alves, Lucão do Break – e não ser capaz de mostrar maturidade para segurar vitórias preciosas?

Talvez a resposta para a má fase do Guarani esteja neste tema. Não é algo referente aos pés e sim a cabeça, que parece cada vez mais falha.

(Elias Aredes Junior-Foto de Thomaz Marostegan-Guarani F.C)