Ney da Matta diz não temer criticas e afirma: “Se não ganhar também estou na corda bamba”

0
802 views

A volta do goleiro Luiz Henrique deverá ser a única novidade do Guarani  para o jogo de terça-feira, às 20h, contra o XV de Piracicaba, na casa do adversário. No restante, o Alviverde deverá ter a mesma formação.

Para o técnico bugrino, a obtenção do resultado é importante até para que não aconteça um retorno da instabilidade. “Se eu não ganhar  também estou na corda bamba. A nossa vida é uma loucura. O Cleber Gaúcho é um grande treinador. Vai ser uma final. Temos dois jogos. Contra o XV precisamos pontuar e diante do Barbarense precisamos vencer. Não vai ser essa moleza”, afirmou o técnico após o treinamento desta segunda-feira.

Na ânsia de buscar o entrosamento e a confiança do grupo, uma das medidas foi a defender o lateral-esquerdo Gilton das criticas dirigidas pela imprensa.“Ele teve alguns momentos. O final do Gilton incomoda o adversário. Ele está crescendo com o grupo. Mas temos o Hernani e o Denis Neves”, completou.

O time deverá jogar com: Luiz Henrique; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Gilton; Evandro e Auremir; Uederson, Fumagalli e Marcinho; Braian Samudio.

(texto e reportagem: Elias Aredes Junior)