Guarani promete lutar até o fim por Watson e João Vitor

0
445 views

O presidente do Guarani, Horley Senna, estipulou que o clube não registrará prejuízo com as saídas dos garotos João Vitor e Watson, que entraram com ações liminares para viabilizarem transferência para outros clubes.

De acordo com informações prestadas pelo dirigente á Rádio Central, a meta é esgotar todas as instâncias dentro da Justiça Trabalhista. João Vitor, no entanto, já retirou seus pertences do estádio Brinco de Ouro, algo que foi comunicado a diretoria da agremiação campineira. O contrato dele iria até dezembro de 2017.

Enquanto a ação estiver em tramitação, a diretoria executiva e o departamento não vão se pronunciar a respeito do tema.

Quando pediu seu desligamento, Watson alegou que tinha o interesse do Criciúma mas foi apresentado pelo Bragantino. Já  o São Paulo pode ser o destino de João Vitor. Os jogadores alegam que direitos trabalhistas não foram cumpridos. A diretoria bugrina nega a acusação e diz que apresentará provas nos próximos dias.

(texto e reportagem: Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário